Saiba como escolher o melhor purificador de água

São detalhes importantes que você tem que estar atento na hora da compra.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 80% dos casos de doenças no mundo resultam da ingestão de água contaminada e com isso o purificador de água se tornou um produto essencial que permite uma água pura e livre de cloro e bactérias que ocasionam doenças. É uma forma de prevenção e também a garantia da água com qualidade ideal para consumo. Mas na hora de escolher o purificador de água surge aquela dúvida: qual a diferença entre filtro e purificador de água? O filtro de água tem a função de filtrar as impurezas. Já o purificador de água tem o poder de eliminar as bactérias, reter partículas e o cloro, garantindo assim a limpeza completa da água.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 80% dos casos de doenças no mundo resultam da ingestão de água contaminada. A solução é investir em bons purificadores.


Então para comprar o purificador de água é só escolher o modelo mais caro e popular? Pode parecer simples escolher o purificador de água, mas não é bem assim. E não precisa ficar preocupado porque vamos vai explicar direitinho o que você precisa fazer e quais características deve verificar para fazer uma ótima escolha e assim garantir o bem-estar para sua família através de uma água limpa e livre de bactérias.


Certificado pelo INMETRO


Muitos acham que o fato de ser purificador de água já basta para gerar o chamado “água pura”. Aí que está o engano. Os aparelhos devem ter a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

Mas só isso não é suficiente. Você deve ficar atento à classificação do produto com relação à redução de cloro, retenção de partículas e eficiência bacteriológica. A classificação da retenção de partículas varia entre A e F (antes P-I e P-VI), sendo que a mais eficiente é a de nível A. Logo, a melhor opção de certificação é A, com redução de cloro livre e eficiência bacteriológica aprovada.



Retenção de partículas sólidas (P-I)


Com a função de retirar o limo, ferrugem e barro originados de tubulações da casa ou do local que o purificador de água foi instalado. As eficiências da retenção de partículas sólidas passam por 6 níveis de filtragem (P-I a P-VI ou nível A-F).

O nível P-I retêm as partículas menores, o que aumenta a sua capacidade de filtragem. Se o purificador de água passar nesse nível (P-I), ele adquire eficiência na limpeza da água ao reter as partículas sólidas.


Redução de cloro (C-I a C-III)


São 3 níveis (C-I a C-III) que informam a porcentagem de retenção de cloro. Como o critério acima, a classificação deve ser C-I (acima de 75%) e isso garante que o purificador de água é eficaz na retirada do cloro da água.


Eficiência bacteriológica


A eficiência bacteriológica verifica se o purificador de água realmente elimina as bactérias da água.


Variedade de temperatura


Tem modelos de purificador de água que já possuem a opção de água natural, água gelada e água mista. É importante verificar também a temperatura máxima de refrigeração da água. Esse detalhe é importante para quem mora em cidades ou lugares bem quentes e em épocas de calor, como por exemplo o verão.


Consumo de energia


O consumo de energia está diretamente ligado a refrigeração da água, ou seja, ao refrigerar a água ocorre o gasto de energia. Veja se o selo PROCEL possui a eficiência A para o purificador escolhido, assim é garantindo que aparelho está dentro dos parâmetros de eficiência no consumo de energia.



Confira em nossa loja clicando aqui e descubra os benefícios do Purificador Purizon – O mais completo do Brasil.




#águasujanuncamais #saúde

#águalimpa #ficaadica #purificadorespurizon

#purizon #filtrosdeágua

417 visualizações0 comentário
Purizon_Max_2020_1080_1080.jpg
Selo-de-qualidade.png

Adiquira agora o seu

Purificador Purizon!